Posted by: APO | 9 September 2015

Infra-estruturas e Migração: Prevenção vs. Reacção


Infra-estruturas e Migração: Prevenção vs. Reacção

Banco de Desenvolvimento Africano (AfDB) em Março com a AFIDEP

GENEVA, Switzerland, September 9, 2015/African Press Organization (APO)/ No que já foi apelidado como a pior crise migratória na Europa desde o final da Segunda Guerra Mundial, centenas de milhares de migrantes do Médio Oriente e de África confluíram para a Europa à procura de ajuda. Só em terras italianas, em 2014 aportaram cerca de 170.000 migrantes. Com o avolumar do movimento, registou-se um acentuado e trágico aumento de mortes entre os migrantes.

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/afidep.jpg

Video: https://www.youtube.com/watch?v=Er-zfNSPXsk

Photo : http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/photos/150909afidep.jpg

Document ‘Publicity and Web Statistics’: http://www.apo-mail.org/150909afidepub.pdf

Document ‘AFIDEP- The Concept’: http://www.apo-mail.org/150909afidep.pdf

Document ‘Eight Ways AFIDEP’s Approach is Different’: http://www.apo-mail.org/150909.pdf

Download the infographic ‘The Concept of Investment on Infrastructure Development in Africa’: http://www.apo-mail.org/150909infoafi.pdf

Os números surpreendentes encerram um significado profundo, os migrantes estão a chegar ao território de alguns dos países com restrições financeiras mais acentuadas. A pergunta que deve ser feita é: como podemos lidar com isto para que não estejamos a resolver as consequências da crise de migração em vez de impedir, antes de mais, a ocorrência da crise?

Através de investimentos em infra-estruturas, muitos dos problemas que levam os migrantes a fugir dos seus países de origem poderiam começar a ser resolvidos. Lançando projectos de investimento no Médio Oriente e em África, a necessidade de trabalhadores assalariados aumentará. Embora esta não seja certamente uma solução para todos os problemas, é um bom início. Porque quando não existem oportunidades económicas em casa, o risco de perder a própria vida na viajem para a Europa passa a compensar.

Ao promover iniciativas de infra-estruturas no continente africano, podemos começar a tratar as causas da pobreza, iniciando assim o longo percurso para conseguir melhorias sociais e económicas de larga escala em todos os países africanos. A construção, manutenção e desenvolvimento de projectos de grande escala exigem uma quantidade elevada de pessoas. Mas como podemos assegurar que o investimento produzirá resultados favoráveis? É aqui que chegamos às parcerias público-privadas (PPP) e aos modelos de construção, operação e transferência (BOT).

Os projectos de PPP exigem uma colaboração profunda e abrangente entre o governo de um país e uma ou mais entidades privadas. Esse tipo de compromisso exige que os governos trabalhem de forma transparente e responsável para garantir que os investidores privados recebem um elevado retorno do investimento. É fundamental verificar que um programa avançado de desenvolvimento de infra-estruturas facilitará o problema da migração.

Embora o desenvolvimento de infra-estruturas baseadas em PPP possa começar a resolver a crise económica em África, reconhecemos igualmente que este é um território pouco familiar para muitos investidores. Os mercados africanos têm uma conhecida má reputação, o que desencoraja os investimentos; contudo, a falta desse investimento pode piorar a situação.

Em Outubro, a AFIDEP (https://www.afidep.com) irá realizar uma convenção global em Zurique, Suíça, que abordará este assunto. Oradores do mundo inteiro, incluindo delegados do Banco de Desenvolvimento Africano, virão apresentar casos de desenvolvimento baseados em PPP na África Subsariana e no mundo em geral. A conferência convida investidores, proprietários de projectos, especialistas sectoriais e responsáveis governamentais para se reunirem num único local.

O registo encontra-se aberto no site da organização, www.afidep.com.

Dayo Ogunsola

Organizador Chefe, AFIDEP

Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da Africa Infrastructure Development Partnership (AFIDEP).

Media Contact:

media@afidep.com

+41 (0)438330214

SOURCE

Africa Infrastructure Development Partnership (AFIDEP)


Categories

%d bloggers like this: