Posted by: APO | 4 September 2014

DHL adota abordagem inovadora para aumentar a presença no comércio a retalho em 1000% na África Subsariana


 

DHL adota abordagem inovadora para aumentar a presença no comércio a retalho em 1000% na África Subsariana

 

CAPE-TOWN, South-Africa, September 4, 2014/African Press Organization (APO)/ Mantendo-se fiel à sua reputação de rapidez, paixão, trabalho de equipa e atitude positiva, a DHL Express (http://www.dpdhl.com) aumentou a sua presença no comércio a retalho na África Subsariana em uns surpreendentes 1000% em menos de três anos.

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/dhl_logo2.jpg

 

Photo Sumesh Rahavendra: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/photos/sumesh_rahavendra.jpg
(Sumesh Rahavendra, Diretor de marketing da DHL Express, secção de África Subsariana)

 

No que se poderá tornar um caso de estudo numa escola de administração de empresas, o número de pontos de serviço da empresa aumentou de 300 para mais de 3300. Em vez de construir as suas próprias filiais, a DHL fez antes parcerias com proprietários de negócios locais que atuam como seus revendedores. Milhares de pontos de venda – tais como uma loja de produtos eletrónicos na África Ocidental, uma agência de viagens na África Oriental e uma pequena mercearia na África do Sul – agora permitem que os seus clientes façam expedições através da DHL ao mesmo tempo que prestam os seus serviços habituais.

 

Estas pequenas empresas beneficiam de uma comissão em todas as vendas DHL, de um aumento no número de clientes e de estarem associadas a uma marca global.

 

“É realmente uma abordagem que beneficia todas as partes. Demos aos proprietários destas pequenas lojas uma oportunidade de negócio única para aumentar as receitas e ganhar credibilidade ao aliarem-se a uma marca internacional. O sucesso deles é o nosso sucesso.” explica Sumesh Rahavendra, Diretor de marketing da DHL Express, secção de África Subsariana.

 

A empresa está disposta a fazer parceria com qualquer negócio empreendedor que reconheça o valor de se tornar um revendedor da DHL. Todos os parceiros recebem um kit completo da marca e submetem-se a um programa de formação exaustivo para assegurar a conformidade com os requisitos e os procedimentos da DHL.

 

A DHL também formou parcerias semelhantes com empresas de maiores dimensões, tais como operadoras de redes móveis, centros de comércio a retalho, supermercados e revendedores de combustível.

 

Formar parcerias com postos de venda existentes não só é mais rentável do que construir as suas próprias filiais, como também aproxima a DHL dos seus clientes. Um empresário no Gana pode enviar uma amostra para um cliente nos EUA a partir do mesmo local onde compra o jornal diário, ao passo que uma mãe nas Maurícias pode agora enviar um presente de aniversário ao filho na França, enquanto abastece o carro num posto de combustível.

 

A DHL também simplificou as suas opções de preços e de embalagens para se adequar às necessidades dos seus clientes, e não o inverso. Para dar a conhecer às pessoas a sua oferta para o comércio a retalho, as ruas de África são frequentemente pintadas de amarelo e vermelho em campanhas de publicidade estratégicas que envolvem dança, canto e brindes especiais DHL.

 

“Através do forte entusiasmo e da energia dos nossos 4000 funcionários em toda a África Subsariana, alterámos a perceção de que a DHL apenas serve as necessidades de multinacionais e grandes negócios. Os nossos clientes do comércio a retalho já não precisam de perder tempo no trânsito para poder enviar um documento ou uma encomenda, eles podem facilmente encontrar um ponto de serviço DHL ao virar da esquina”, diz Rahavendra. “Algo que talvez seja ainda mais gratificante é o facto de estarmos a dar aos proprietários de negócios e aspirantes a empresários em toda a África uma oportunidade adicional para ganharem dinheiro e viverem melhor.”

 

Rahavendra conta a história de uma revendedora da DHL no Quénia, cuja loja de acessórios para telemóveis está localizada mesmo em frente a uma loja detida pela empresa DHL. Quando lhe perguntaram porque, na sua opinião, os clientes prefeririam fazer as expedições na sua loja em vez de se dirigirem à loja especializada da DHL, ela disse que uma pessoa comum identifica-se melhor com a loja dela, tendo a perceção de que os preços são mais acessíveis e é menos formal do que a loja do outro lado da rua.

 

“Num continente como África, onde a economia informal domina, a estratégia para o comércio a retalho de uma empresa não se pode limitar a centros comerciais sofisticados”, acrescenta Rahavendra. “É preciso operar a um nível em que os clientes possam entender, sentir e relacionar-se com o produto. É realmente necessário assegurar que a marca estabelece uma ligação com as pessoas comuns” conclui Rahavendra.

 

Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da Deutsche Post DHL.

 

 

Contacto para meios de comunicação social:

Megan Collinicos. Diretora: Publicidade e Relações Públicas, África Subsariana

DHL Express

Tel.: +27 21 409 3613 Telemóvel: +27 76 411 8570

megan.collinicos@dhl.com

 

DHL – A empresa de logística para o mundo

A DHL (http://www.dpdhl.com) é a líder mundial de mercado na indústria logística e de CEP e “A empresa de logística para o mundo”. A DHL aplica os seus conhecimentos especializados sobre transporte expresso internacional, entrega de encomendas nacional e internacional, frete aéreo e marítimo, transporte rodoviário e ferroviário, bem como sobre soluções relacionadas com contratos e comércio eletrónico em toda a cadeia de abastecimento. Uma rede global composta por mais de 220 países e territórios e com cerca de 315.000 colaboradores em todo o mundo que disponibiliza aos consumidores a melhor qualidade de serviço e conhecimento local para satisfazer os seus requisitos da cadeia de abastecimento. A DHL aceita a sua responsabilidade social ao apoiar a proteção ambiental, a gestão de catástrofes e a educação.

 

A DHL faz parte do grupo Deutsche Post DHL. O grupo gerou receitas superiores a 55 bilhões de euros em 2013.

 

Para obter mais informações: www.dpdhl.com

Imagens de stock disponíveis em: http://www.dpdhl.com/en/media_relations/media_library.html

 

SOURCE 

Deutsche Post DHL


Categories

%d bloggers like this: