Posted by: APO | 28 August 2014

DHL Express fortalece as relações de África com as principais economias desenvolvidas


 

DHL Express fortalece as relações de África com as principais economias desenvolvidas

 

CAPE-TOWN, South-Africa, August 28, 2014/African Press Organization (APO)/ Apesar do exigente ambiente económico global, os volumes de importação e exportação para a DHL Express da África Subsariana (http://www.dpdhl.com) continuam consistentes e prevê-se que cresçam. Isto segundo Charles Brewer, Diretor-Geral da DHL Express da África Subsariana, que acrescenta: “O primeiro semestre de 2014 revelou um crescimento sólido e contínuo nas três principais rotas de importação da DHL Express da África Subsariana: os Estados Unidos, França e China, enquanto as três principais rotas de exportação da África Subsariana foram a Grã-Bretanha, os Estados Unidos e França”.

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/dhl_logo2.jpg

 

Photo Charles Brewer: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/photos/charles-brewer-1.jpg
(Charles Brewer, Diretor-Geral da DHL Express da África Subsariana)

 

A Deutsche Post DHL revelou recentemente os seus resultados do segundo trimestre, que apontam para um aumento do lucro operacional de quase 11%, graças, em parte, à maior rentabilidade da sua unidade de negócio da DHL Express.

 

“O comércio em África continua a apresentar excelentes oportunidades, tanto para os mercados estabelecidos como para os mercados emergentes, e quanto mais fortes forem as ligações e relações comerciais estabelecidas entre a África Subsariana e o resto do mundo, suportadas por cadeias de abastecimento de logística inovadoras, mais rápido será o desenvolvimento económico de África”.

 

De acordo com o Índice de Conetividade Global da DHL, mesmo com o crescimento acelerado que se tem verificado no continente, África é o continente menos ligado a nível mundial, quando consideramos a facilidade de movimentação de pessoas, comércio, informações e finanças.

 

“No futuro, a integração regional continuará a desempenhar um papel essencial no desencadeamento do potencial de crescimento do continente. Algumas das áreas discutidas e em foco incluem uma zona de comércio livre continental, união aduaneira única, uma moeda comum, etc. Todas elas deveriam aumentar substancialmente o comércio intrarregional, que atualmente representa menos de 20%. Um bom exemplo disto é o recente progresso rápido da Comunidade da África Oriental (Quénia, Uganda, Tanzânia, Ruanda e Burundi) que está a trabalhar arduamente no desenvolvimento de uma série de áreas essenciais e que motivem o comércio, como projetos para melhorar estradas, portos, vias ferroviárias e, acima de tudo, o ambiente fronteiriço aduaneiro com a introdução recente de um visto comum para a região.”

 

“No caso da DHL Express da África Subsariana, o primeiro semestre de 2014 foi caracterizado pelo crescimento sólido no setor energético, especialmente graças à mobilização de novas campanhas por parte de empresas exploradoras em países como os Camarões, Congo e Gabão. O setor tecnológico continua a fornecer oportunidades para a DHL providenciar soluções inovadoras, especialmente através da colaboração transversal de unidades de negócio, à medida que os clientes procuram alinhar os seus requisitos internos no sentido de atingir eficácia e limitação de custos. Apesar de estarem sujeitos a pressão regulamentar e da concorrência, os serviços financeiros continuaram a crescer motivados principalmente pela necessidade de fornecer instrumentos financeiros aos seus clientes de forma rápida e eficaz.”

 

“Gozamos de uma posição de mercado excecional em África, um dos principais mercados emergentes a nível mundial, e apesar de a nossa presença ser inigualável, continuamos a investir em infraestruturas líderes de mercado por todo o continente e com planos para nos expandirmos em 2014 e nos anos seguintes.”

 

“As PME continuam a representar uma fatia importante da nossa história de crescimento e um ponto essencial é continuar a tornar a logística mais acessível. Até à data, a DHL Express possui mais de 3500 localizações de retalho em África, com mais 100 planeadas até ao final do ano.”

 

“Como dizemos na DHL, estamos presentes em África há 36 anos e a mudança de “continente esquecido” para “África em crescimento” tem sido uma viagem incrível. O futuro só pode ser excelente. Está na altura de África se concentrar, ligar e crescer”, termina Brewer.

 

Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da Deutsche Post DHL.

 

 

Contacto para meios de comunicação social:

Megan Collinicos. Diretora: Publicidade e Relações Públicas, África Subsariana

DHL Express

Tel.: +27 21 409 3613 Telemóvel: +27 76 411 8570

megan.collinicos@dhl.com

 

DHL – A empresa de logística para o mundo

A DHL (http://www.dpdhl.com) é a líder mundial de mercado na indústria logística e de CEP e “A empresa de logística para o mundo”. A DHL aplica os seus conhecimentos especializados sobre transporte expresso internacional, entrega de encomendas nacional e internacional, frete aéreo e marítimo, transporte rodoviário e ferroviário, bem como sobre soluções relacionadas com contratos e comércio eletrónico em toda a cadeia de abastecimento. Uma rede global composta por mais de 220 países e territórios e com cerca de 315.000 colaboradores em todo o mundo que disponibiliza aos consumidores a melhor qualidade de serviço e conhecimento local para satisfazer os seus requisitos da cadeia de abastecimento. A DHL aceita a sua responsabilidade social ao apoiar a proteção ambiental, a gestão de catástrofes e a educação.

 

A DHL faz parte do grupo Deutsche Post DHL. O grupo gerou receitas superiores a 55 bilhões de euros em 2013.

 

Para obter mais informações: www.dpdhl.com

Imagens de stock disponíveis em: http://www.dpdhl.com/en/media_relations/media_library.html

 

SOURCE 

Deutsche Post DHL


Categories

%d bloggers like this: