Posted by: APO | 11 August 2014

Líderes africanos comprometem-se a acabar com a fome até 2025 através de investimentos na agricultura


 

 

Líderes africanos comprometem-se a acabar com a fome até 2025 através de investimentos na agricultura

 

Os cidadãos africanos não podem prosperar apenas com base em declarações de esperança em cimeiras – Dr. Nkosazana Dlamini-Zuma

 

ADDIS ABABA, Ethiopia, August 11, 2014/African Press Organization (APO)/ Com a assinatura da Declaração de Malabo na 23.ª Sessão Ordinária da Assembleia dos Chefes de Estado e de Governo da União Africana, no mês passado, os líderes africanos concordaram, de forma unânime, em acabar com a fome e cortar a pobreza para metade até 2025.

Photo : http://www.photos.apo-opa.com/index.php?level=picture&id=1287
(O presidente da UA, o Exmo. Dr. Nkosazana Dlamini-Zuma)

 

Fazer o download do Infographic: http://www.apo-mail.org/140811.pdf

 

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/au.png

 

“É essencial acelerar o crescimento para que todos os cidadãos africanos alcancem as suas ambições de prosperidade”, afirmou o presidente da UA, o Exmo. Dr. Nkosazana Dlamini-Zuma (http://www.au.int). “Está na altura de os chefes de estado colocarem a agricultura no topo das agendas de desenvolvimento nacional e tomarem a iniciativa para um caminho definitivo de desenvolvimento para as suas populações. É possível alcançar a prosperidade, só depende de nós.”

 

Na cimeira, os líderes africanos estabeleceram um compromisso com novas prioridades, estratégias e objetivos concretos relacionados com o crescimento impulsionado pela agricultura, de forma a atingir a segurança alimentar e nutricional para a prosperidade partilhada das suas populações. Tendo como base o desempenho de crescimento positivo de muitos setores agrícolas nos últimos anos, os novos objetivos motivarão os governos a criarem mais rapidamente um ambiente com políticas e infraestruturas em que a agricultura possa prosperar e criar oportunidades de rendimento a todos os níveis.

 

Todos concordaram especificamente em:

•          Voltar a empenhar-se no processo do Programa Compreensivo de Desenvolvimento da Agricultura Africana (CAADP)

•          Aumentar o investimento público e privado na agricultura

•          Acabar com a fome em África até 2025

•          Reduzir a pobreza para metade até 2025, através do crescimento e transformação agrícolas inclusivos

•          Reforçar o comércio intra-africano a nível de produtos base e serviços agrícolas

•          Melhorar a resiliência dos meios de subsistência e dos sistemas de produção em relação às alterações climáticas e a outros riscos associados

•          Comprometer-se com a responsabilização mútua quanto a ações e resultados

 

Através do CAADP, a União Africana irá estimular e medir o progresso de forma que os países, e os respetivos líderes, sejam responsabilizados pelos resultados. A declaração comprometeu os líderes africanos a submeterem-se a um processo sistemático e regular de revisão, com base no Quadro de Resultados do CAADP. Os líderes exigiram ainda o delineamento imediato de uma estratégia e de um plano para a implementação destes compromissos.

 

“Apesar de o seu compromisso coletivo ser importante, está na altura de passar das palavras às ações e de os líderes políticos africanos agirem. Os cidadãos africanos não podem prosperar apenas com base em declarações de esperança em cimeiras”, afirmou o Dr. Nkosazana Dlamini-Zuma.

 

A agricultura é a solução para os problemas de desenvolvimento social e económico a longo prazo em África, que incluem a segurança alimentar, desemprego jovem, desigualdade entre sexos e alterações climáticas.

 

“Um setor agrícola sólido gerará emprego e crescimento económico, o que significa postos de trabalho e rendimentos para os cidadãos africanos” acrescentou a Comissária da UA para a Economia Rural e a Agricultura, a Exma. Rhoda Peace Tumusiime. “Mas é essencial que tanto o setor público como o privado invistam na agricultura.”

 

Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da Comissão da União Africana.

 

 

Para mais informações, contacte:

Boaz Blackie Keizire

Diretor da Agricultura e Segurança Alimentar

União Africana

KeizireB@africa-Union.org

 

e

 

Sr.ª Carol Jilombo

Departamento de Economia Rural e Agricultura, CUA

E-mail: Jilomboc@africa-union.org

 

Para mais informações, contacte

Direção de Informação e Comunicação | Comissão da União Africana I E-mail: dinfo@african-union.org I Website: www.au.int I Adis Abeba | Etiópia

 

SOURCE 

African Union Commission (AUC)


Categories

%d bloggers like this: