Posted by: APO | 30 June 2014

A GSK e a Save the Children oferecem 1 milhão de dólares para inovações a nível de cuidados de saúde em países em desenvolvimento que reduzam a mortalidade infantil


 

A GSK e a Save the Children oferecem 1 milhão de dólares para inovações a nível de cuidados de saúde em países em desenvolvimento que reduzam a mortalidade infantil

 

O Prémio de Inovação em Cuidados de Saúde contribui para uma ambiciosa parceria entre a GSK e a Save the Children, a qual tem como objetivo salvar a vida de um milhão das crianças mais pobres do mundo

 

LONDON, United-Kingdom, June 30, 2014/African Press Organization (APO)/ A GSK (http://www.gsk.com) e a Save the Children anunciaram hoje o lançamento do seu segundo Prémio de Inovação em Cuidados de Saúde anual, com o valor de 1 milhão de dólares, na reunião da organização Partnership for Maternal, Newborn and Child Health, realizada na África do Sul.O prémio foi criado para identificar e recompensar as inovações a nível de cuidados de saúde, que tenham demonstrado reduzir com sucesso a mortalidade infantil nos países em desenvolvimento.

Logo GSK: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/glaxosmithkline.jpg

 

Photo: http://www.photos.apo-opa.com/index.php?level=picture&id=1204
(Sr. Andrew Witty, Diretor Executivo da GSK)

 

Entre 27 de junho e 25 de agosto, as organizações dos países em desenvolvimento podem nomear exemplos de abordagens inovadoras a nível de cuidados de saúde que tenham descoberto ou implementado.Estas abordagens devem ter resultado em melhorias tangíveis na taxa de sobrevivência entre crianças com menos de 5 anos, ser sustentáveis e ter potencial para serem reproduzidas e implementadas a uma escala maior.Este ano, vai ser dado interesse e atenção especiais a trabalhos desenvolvidos com vista a aumentar a qualidade dos, ou o acesso aos, cuidados de saúde por parte dos recém-nascidos.

 

O ano passado, o primeiro prémio foi atribuído à instituição de caridade Friends of Sick Children (FOSC), do Malawi, devido ao seu kit “de bolha” Continuous Positive Airway Pressure (CPAP [Pressão Positiva Contínua das Vias Respiratórias]), que demonstra o impacto positivo de inovações simples e de baixo custo.A “bolha” ajuda os bebés com dificuldades respiratórias, frequentemente provocadas por infeções agudas, como a pneumonia, ao permitir que os pulmões se expandam de modo a facilitar a respiração.Já se utiliza uma versão similar com regularidade nos países desenvolvidos, mas esta tem um custo mínimo de 6000 dólares.Esta inovadora “bolha” CPAP de baixo custo pode ser produzida por cerca de 400 dólares.

 

A FOSC recebeu um prémio no valor de 400.000 dólares que, em conjunto com o financiamento proveniente do Ministério da Saúde do Malawi, vai permitir à FOSC, e respetivos parceiros, partilhar esta tecnologia salva-vidas com os hospitais de ensino na Tanzânia, na Zâmbia e na África do Sul.

 

O painel de jurados, presidido pelo Sr. Andrew Witty, Diretor Executivo da GSK, e pelo Sr. Justin Forsyth, Diretor Executivo da ONG Save the Children, e constituído por especialistas de diversas áreas da saúde pública, ciência e investigação, vai atribuir uma parte dos fundos à melhor inovação a nível de cuidados de saúde, para apoiar o seu desenvolvimento.Os restantes fundos serão disponibilizados para os prémios dos outros classificados, conforme decido pelo painel de jurados.

 

O prémio também tem como objetivo proporcionar uma plataforma para as organizações vencedoras apresentarem as suas inovações e partilharem informações com outras partes interessadas na melhoria dos cuidados de saúde infantis, em alguns dos países mais pobres do mundo.

 

Sr. Andrew Witty, Diretor Executivo da GSK afirmou:”Estamos empenhados em trabalhar em parceria com outras organizações e o nosso trabalho com a Save the Children é um excelente exemplo de como podemos utilizar os nossos conhecimentos científicos e alcance para contribuir para a melhoria dos resultados da saúde de pessoas de todo o mundo.Graças a este prémio, os vencedores do ano passado já tiveram um tremendo impacto, e queremos continuar a apoiá-los à medida que desenvolvem inovações que podem ser reproduzidas e implementadas em grande escala, para ajudar a reduzir a mortalidade infantil em alguns dos países mais pobres do mundo.”

 

Justin Forsyth, Diretor Executivo da Save the Children afirmou: “Sabemos que para fornecer cuidados de saúde que possam salvar a vida de crianças às quais é difícil chegar, são precisas ideias e abordagens novas e ambiciosas.Através do Prémio de Inovação em Cuidados de Saúde do ano passado, foi possível encontrar novas inovações que estão a salvar vidas e que podem ser reproduzidas de forma a chegarem ainda a mais crianças.Este ano, esperamos descobrir mais soluções pioneiras que venham a ter um impacto ainda maior nas crianças mais vulneráveis do mundo.”

 

Embora o progresso dos últimos anos tenha sido bom, ainda morrem 6,2 milhões de crianças com menos de 5 anos, todos os anos no mundo.Frequentemente, estas crianças vivem nas comunidades mais remotas e marginalizadas.O Prémio de Inovação em Cuidados de Saúde da GSK e Save the Children visa descobrir e encorajar a reprodução dos melhores e mais inovadores exemplos de cuidados de saúde de modo a ter o maior impacto nas crianças vulneráveis.

 

O Prémio de Inovação em Cuidados de Saúde foi anunciado após o lançamento da ambiciosa parceria entre a GSK e a Save the Children, em maio de 2013, que tem como objetivo salvar a vida de um milhão de crianças nas comunidades mais vulneráveis a nível mundial.Um dos aspetos mais excecionais desta parceira é o foco no trabalho conjunto para maximizar as inovações com vista a combater a mortalidade de crianças com menos de 5 anos.Por exemplo, a organização Save the Children está a ajudar a GSK na pesquisa e desenvolvimento de medicamentos próprios para crianças e, por isso, pertence à Comissão de Investigação e Desenvolvimento para acelerar o progresso de intervenções inovadoras que permitam salvar a vida a crianças com menos de 5 anos e identificar formas de garantir o acesso mais generalizado possível nos países em desenvolvimento.

 

Por reconhecer que a inovação pode ter muitas formas e feitios, o Prémio de Inovação em Cuidados de Saúde tem critérios amplos e permite a inclusão de abordagens centradas em qualquer aspeto dos cuidados de saúde, incluindo a ciência, nutrição, investigação, educação e trabalho de parceria.

 

Para obter mais informações sobre o processo e os critérios de apreciação, consulte http://myg.sk/HealthcareInnovationAward. As inscrições terminam a 25 de agosto às 23h59 (GMT).Os vencedores serão anunciados em dezembro de 2014.

 

Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da GlaxoSmithKline (GSK)

 

 

Notas para os editores:

 

Os nomeados devem:

 

1)        Ser originários de um país classificado como de rendimento “baixo”, “médio baixo” ou “médio alto”, pelo Banco Mundial (http://data.worldbank.org/country) e que não pertença à União Europeia (http://europa.eu/about-eu/countries/index_en.htm).Os países classificados como de “alto rendimento” pelo Banco Mundial ou pertencentes à União Europeia não são elegíveis

 

2)        Pertencer a uma organização sediada num país elegível e apresentar uma inovação utilizada para o benefício dos habitantes de um país elegível

 

GSK (http://www.gsk.com)  – uma empresa de cuidados de saúde e farmacêutica líder mundial em investigação – está empenhada em melhorar a qualidade da vida humana ao permitir que as pessoas façam mais, se sintam melhor e vivam durante mais tempo.Para obter mais informações, visite http://www.gsk.com.

 

Sobre a organização Save the Children:

A Save the Children desenvolve a sua atividade em mais de 120 países.Salvamos a vida de crianças.Lutamos pelos direitos das crianças.Ajudamo-las a aproveitar o seu potencial. www.savethechildren.org.uk

 

Questões sobre a GSK:                                

Questões dos meios de comunicação do Reino Unido:       David Mawdsley        +44 (0) 20 8047 5502       (Londres)

            Simon Steel    +44 (0) 20 8047 5502 (Londres)

            David Daley   +44 (0) 20 8047 5502 (Londres)

            Catherine Hartley      +44 (0) 20 8047 5502 (Londres)

            Sarah Hornby +44 (0) 20 8047 5502 (Londres)

                                  
 

Questões dos meios de comunicação dos EUA:      Stephen Rea   +1 215 751 4394            (Filadélfia)

            Melinda Stubbee        +1 919 483 2510        (Carolina do Norte)

            Mary Anne Rhyne      +1 919 483 0492        (Carolina do Norte)

                                  
 

Questões de analistas/investidores:  Ziba Shamsi   +44 (0) 20 8047 5543 (Londres)

            Kirsty Collins (SRI e CG)     +44 (0) 20 8047 5534 (Londres)

            Tom Curry      + 1 215 751 5419       (Filadélfia)

            Gary Davies   +44 (0) 20 8047 5503 (Londres)

            James Dodwell           +44 (0) 20 8047 2406 (Londres)

            Jeff McLaughlin        +1 215 751 7002        (Filadélfia)

            Lucy Singah   +44 (0) 20 8047 2248 (Londres)

 

Questões sobre a Save the Children:                       

Questões dos meios de comunicação social:           Jo Campbell   +44 (0) 20 7012 6841            (Londres)

                        j.campbell@savethechildren.org.uk

 

Declaração de precaução relativamente às declarações prospetivas

A GSK alerta os investidores que qualquer declaração prospetiva ou projeção feita pela GSK, incluindo a apresentada neste comunicado de imprensa, está sujeita a riscos e incertezas que podem originar resultados materialmente diferentes daqueles que foram projetados.Esses fatores incluem, mas não estão limitados a, os fatores descritos no ponto 3.D “Fatores de risco” do Relatório Anual da empresa, no Formulário 20-F de 2013.

 

Registada na Inglaterra e no País de Gales:

N.º 3888792

 

Sede:

980 Great West Road

Brentford, Middlesex

TW8 9GS

 

SOURCE 

GlaxoSmithKline (GSK)


Categories

%d bloggers like this: