Posted by: APO | 6 February 2014

A recentemente criada “Fundação da União Africana” realiza reunião inaugural dos promotores em Addis Abeba


A recentemente criada “Fundação da União Africana” realiza reunião inaugural dos promotores em Addis Abeba

A Fundação Tony Elumelu efetua o seu primeiro donativo de 150 mil dólares norte-americanos para assinalar o investimento pan-africano

ADDIS ABABA, Ethiopia, February 6, 2014/African Press Organization (APO)/ Após a Cimeira dos Chefes de Estado da União Africana, que teve lugar em Addis Abeba, foi realizada a primeira reunião de promotores da recentemente criada “Fundação da União Africana”.   A reunião foi conduzida pelo Presidente da Comissão da União Africana, Sua Excelência, o Dr. Nkosazana Clarice Dlamini Zuma, que também é fundador na qualidade de representante legal da União Africana.

Photo Tony Elumelu: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/photos/elumelu.jpg

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/heirs-holdings.jpg

O Dr. Nkosazana Dlamini Zuma, Presidente da União Africana (UA), apresentou os objetivos da Fundação para conseguir contribuições voluntárias para o financiamento de prioridades africanas na sede da União Africana em Addis Abeba, Etiópia. Estiveram presentes o Presidente adjunto da Comissão, o Sr. Erastus Mwencha, os Comissários da UA, o antigo Primeiro-ministro da Jamaica, o Sr. P.J. Patterson e os primeiros membros do conselho inaugural, entre outros convidados.

Fundada pela Assembleia da União Africana em maio de 2013, a Fundação da União Africana tem como objetivo financiar as prioridades africanas através de contribuições voluntárias. A missão da Fundação consiste em “mobilizar os recursos no apoio à visão da União Africana de uma África integrada, próspera e centrada nas pessoas, em paz consigo própria e assumindo o seu devido lugar no mundo.”   Para cumprir esta missão, a Fundação irá concentrar-se em cinco áreas-chave do programa nos seus primeiros cinco anos:  1) desenvolvimento de competências e recursos humanos, 2) atribuição de poder às mulheres e igualdade de género, 3) integração regional, 4) desenvolvimento e empreendedorismo jovem e 5) defesa e apoio da União Africana.

“Está na hora de África mobilizar os seus próprios recursos para apoiar o seu desenvolvimento e assumir o controlo do seu destino”, afirmou o Presidente Zuma. A Fundação irá envidar esforços para envolver mais profundamente o setor privado de África, indivíduos e comunidades africanas e os mais destacados filantropos africanos para gerar recursos e fornecer conhecimentos preciosos sobre as formas através das quais o seu sucesso pode acelerar o desenvolvimento de África. A questão das fontes nacionais e alternativas de financiamento tem sido um elemento intrínseco dos compromissos para com os valores pan-africanos da autodeterminação, solidariedade e autoconfiança do continente. O Presidente da Comissão da UA apelou aos participantes para que atuem como embaixadores de boa vontade para com a fundação.

A seleção dos membros para o Conselho de Governação da Fundação baseou-se num compromisso claro para com o desenvolvimento africano e filantropia, uma integridade do mais alto calibre e proeminência nos setores e geografias que representam.  O conselho de administração da Fundação ainda está a formalizar os seus membros, mas os nomes que foram selecionados e confirmados incluem: Dr. Dlamini Zuma, Fundador em nome da Comissão da União Africana; Luisa Diogo, antiga Primeira-ministra de Moçambique; o Presidente Alpha Konare, antigo presidente do Mali e antigo Presidente da Comissão da União Africana; Zeinab Badawi, jornalista da BBC; Dr.ª Eleni Gabre-Madhin, antiga CEO da Bolsa de Valores da Etiópia; Cheryl Carolus, CEO da Peotonia Holdings; Dr.ª Amany Asfour, Presidente da Associação de Mulheres Empresárias do Egito; James Patterson, antigo Primeiro-ministro da Jamaica; Ntombifuthi Mtoba, Presidente da Deloitte – África do Sul;  Dr. Charles Okeahalam, CEO do AGH Capital Group e Tony O. Elumelu, Presidente da Heirs Holdings (http://www.heirsholdings.com).

Outras personalidades que estiveram presentes na reunião inaugural incluíram: Wendy Ackerman da Pick and Pay Holdings; Dr. Bhekinkosi Moyo do Southern African Trust e Enoch Iluenzy, representante de James Gatera, Governador do Banco de Kigali.

Em resposta ao seu convite para fazer parte do Conselho, o Sr. Elumelu afirmou: “Sinto honrado em fazer parte da visão do senhor Presidente de uma África emergente, desenvolvida por africanos e espero participar neste esforço de mudar o paradigma do desenvolvimento africano.”  Como indicação clara do seu apoio, a Fundação Tony Elumelu fez um donativo de 150 mil dólares norte-americanos para financiar os custos de arranque da Fundação da União Africana, a primeira contribuição efetuada para a ambiciosa iniciativa.

Na mesma reunião, ficou prometido o montante de 100 mil dólares norte-americanos por parte do Governo da Jamaica, representado pelo Embaixador Carlton Masters, que reiterou: “Este donativo sublinha o compromisso da Diáspora para com o desenvolvimento africano.”

Está planeado o lançamento formal da Fundação da União Africana e uma campanha completa de informação e angariação de fundos para o fim deste ano.

Distribuído pela APO (African Press Organization) em nome da Heirs Holdings.

SOURCE

Heirs Holdings


Categories

%d bloggers like this: