Posted by: APO | 25 April 2013

Innovation Prize for Africa anuncia os finalistas de 2013


Innovation Prize for Africa anuncia os finalistas de 2013

Peritos oriundos de toda a África desenvolvem soluções voltadas para o mercado, para superar os desafios de saneamento, malária, energia e outros, incentivando, simultaneamente, o crescimento económico no continente

CIDADE DO CABO, África do Sul, April 25, 2013/African Press Organization (APO)/ Dez inovadores africanos desenvolveram soluções práticas para alguns dos problemas do continente mais difíceis de resolver. Escolhidos entre mais de 900 candidaturas de 45 países, os finalistas do Innovation Prize for Africa (IPA) 2013 (http://www.innovationprizeforafrica.org) dão exemplos práticos do potencial de investimento de África.

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/ipa.jpg

Os vencedores do IPA 2013 serão anunciados num jantar de gala a 7 de maio na Cidade do Cabo, África do Sul, organizado pela Graduate School of Business da Universidade da Cidade do Cabo e pela Sekunjalo Development Foundation. O vencedor irá receber USD 100 000 pela melhor inovação com base no potencial de comercialização, originalidade, escalabilidade, impacto social e evidente potencial de negócios. O segundo classificado irá receber USD 25 000 pelo melhor potencial comercial e outro finalista irá receber USD 25 000 como prémio especial pela inovação social.

«Com os líderes mundias a reunirem-se no Fórum Económico Mundial em África para discutir abordagens no sentido de fazer cumprir a promessa de África, estes inovadores demonstram que a melhor forma de construir a capacidade da África é investir em inovação e empreendedorismo local,” afirmou Jean-Claude Bastos de Morais, um dos co-fundadores da African Innovation Foundation e do IPA.

Da Tunísia à África do Sul, os finalistas do IPA 2013 são líderes nas áreas da agricultura, ambiente, saúde, ICT e produção. A saber:

•    Conversor eólico sem pás (Tunísia) – Os inovadores Hassine Labaied e Anis Aouini da Saphon Energy, uma empresa tunisina a dar os primeiros passos em I&D, desenvolveram uma turbina eólica sem pás que não gira – usa tecnologia dos veleiros para produzir energia rentável através de um movimento para a trás e para a frente tridimensional.

•    SavvyLoo (África do Sul) – O inovador Dr. Dudley Jackson desenvolveu uma sanita sem água para as zonas rurais e instalações provisórias que separa líquidos de sólidos para melhorar o impacto ambiental, diminuir o potencial de doenças, reduzir o odor e garantir uma remoção mais fácil.

•    Filtro de água de saqueta de chá (África do Sul) – O inovador Prof. Eugene Cloete criou um filtro de água que usa o material das saquetas sujeito a deposição eletrostática para garantir que um litro da água mais poluída fica 100% potável.

•    Kit de teste pf/PAN (pLDH) da malária (África do Sul) – O inovador Ashley Uys criou um novo e rápido teste da malária que indica em 30 minutos se o tratamento foi eficaz. O kit de teste é um dos apenas nove desenvolvidos a nível mundial e é o único teste deste género totalmente detido por uma empresa africana.

•    Máquina de descascar fonia (Senegal) – O inovador Sanoussi Diakite desenvolveu uma máquina elétrica e a a energia térmica que descasca 5 kg de fonia – um cereal da África Ocidental – em apenas 8 minutos.

•    Sistemas de construção Novatech (Camarões) – O inovador Njokikang Faustinus criou um processo de construção eficaz. O seu produto porta-estandarte é uma prensa manual de tijolos que produz facilmente 3000 tijolos entrosados por dia.

•    Mobenzi (África do Sul) – O inovador Andi Friedman e a sua equipa desenvolveram um software que fornece uma solução de recolha da dados de dispositivos móveis e de investigação no terreno, permitindo a realização de formas de investigação sofisticadas em toda a África de forma online ou através de telemóvel.

•    Mimosa para produção a energia eólica (Nigéria) –O inovador Justus Nwaoga desenvolveu uma nova forma de recolher energia solar renovável utilizando a mimosa pudica, uma planta medicinal orgânica de África

•    Quinta em modelo agroflorestal (Sudão) – O inovador Muna Majoud Mahoamed Ahmed criou uma quinta em modelo agroflorestal em Khartoum que produz fontes de rendimento inovadoras a partir da folha e sementes da moringa e sementes da jatropha.

•    AgriProtein (África do Sul) – Uma equipa inovadora de investigadores da AgriProtein Technologies desenvolveu uma nova fonte de proteína para rações animais que reduz o custo das rações para os produtores e agricultores africanos.

«Estamos a assistir ao surgimento de uma forte tendência vinda das inovações que tem um impacto social significativo para a África», afirmou o Dr.Francois Bonnici, Diretor do Bertha Centre for Social Innovation da Graduate School of Business da Universidade do Cabo.

O prémio incentiva os africanos a desenvolver formas criativas para superar os desafios do dia-a-dia.

A comissão de seleção do IPA representa investidores de capital privado, financiadores de capital de arranque, investidores de capital de risco, empresários e líderes de desenvolvimento à procura de ideias para fazer a África avançar.

O prazo de entrega de candidaturas para o IPA 2014 será anunciado em julho de 2013. Para obter informações pormenorizadas sobre as categorias do concurso, as condições de participação e os pormenores da entrega, visite: InnovationPrizeForAfrica.org (http://www.innovationprizeforafrica.org). Para obter destaques e mais informações, siga o IPA no Twitter (https://twitter.com/#!/IPAprize) e no Facebook (https://www.facebook.com/InnovationPrizeforAfrica).

Distributed by the African Press Organization on behalf of the Innovation Prize for Africa (IPA).

Contactos

Deanna Petersen, Weber Shandwick

Telefone + 27 79 702 8033

E-mail dpetersen@webershandwick.com

Pauline Mujawamariya, AIF

Telefone + 41 44 515 5466

E-mail ipainfo@africaninnovation.org

Sobre o IPA

The Innovation Prize for Africa (IPA) é um prémio financiado pela African Innovation Foundation (http://www.africaninnovation.org) e pela Comissão Económica para a África das Nações Unidas (http://www.uneca.org). Mobiliza inovadores e empresários africanos, atribuindo USD 150 000 no total aos vencedores que apresentarem soluções voltadas para o mercado tendo em vista o desenvolvimento de África. O IPA reconhece e incentiva realizações inovadoras que contribuam para o desenvolvimento de novos produtos, aumentando a eficácia ou a poupança de custos em África. O prémio também incentiva os investidores de capital privados, líderes governamentais e de desenvolvimento para investir em setores e construir um ambiente que incentive o crescimento económico de África. Para mais informações, consulte http://www.InnovationPrizeforAfrica.org. Para informações adicionais de contextualização de meios de comunicação, consulte http://www.AfricanInnovationNews.org.

SOURCE

Innovation Prize for Africa (IPA)


Categories

%d bloggers like this: