Posted by: APO | 28 November 2012

Esclarecimento sobre a gestão dos direitos de difusão televisiva e radiofónica do CAN ORANGE África do Sul 2013 nos seguintes territórios: Cabo Verde, Etiópia, Zâmbia


Esclarecimento sobre a gestão dos direitos de difusão televisiva e radiofónica do CAN ORANGE África do Sul 2013 nos seguintes territórios: Cabo Verde, Etiópia, Zâmbia

LUANDA, Angola, November 28, 2012/African Press Organization (APO)/ Para evitar eventuais campanhas de desinformação e polémicas, a LC2 (http://www.lc2international.tv) vem por este meio clarificar a situação dos direitos de difusão televisiva e radiofónica do CAN ORANGE África do Sul 2013 nos territórios de Cabo Verde, Etiópia e Zâmbia.

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/logo-lc2-t__l__vision-copie.jpg

Estes direitos pertencem à Confederação Africana de Futebol (CAF) que os concedeu, por licença exclusiva, à LC2 Médias – AFNEX para difusão televisiva e radiofónica “por via hertziana e por satélite, a título gratuito”, em todas as línguas e, em particular, nos territórios supramencionados. Estes direitos televisivos e radiofónicos são comercializados pela CCFOOT Ltd com sede em Genebra (tel.: + 41 22 393 60 18).

Em conformidade com a notificação de 7 de Novembro emitida para cada um destes três países, a LC2 relembra que a validade das suas ofertas expirará a 30 de Novembro de 2012.

Apenas as cadeias de televisão e meios de comunicação social que tenham adquirido os direitos de sublicenciamento televisivo e radiofónico junto da CCFOOT Ltd poderão difundir legalmente o CAN ORANGE África do Sul 2013, unicamente através da rede AFNEX, “por via hertziana e por satélite, a título gratuito”, nos territórios de Cabo Verde, Etiópia e Zâmbia.

Qualquer outro tipo de difusão televisiva e radiofónica do CAN ORANGE África do Sul 2013 nestas condições e nestes países, sem autorização prévia por escrito da CCFOOT, constituirá um acto de pirataria que será imediata e sistematicamente alvo de processo judicial por parte da LC2– AFNEX / CCFOOT, junto dos tribunais e autoridades competentes, sem prejuízo de outras eventuais acções legais, mesmo que a título conservatório.

Lembramos que qualquer acto de pirataria (de marketing ou audiovisual) atenta contra os direitos tanto do detentor de licença da CAF como da própria CAF. Com efeito, qualquer acto de pirataria debilita o evento desportivo e o respectivo organizador e, assim, constitui um grave atentado à economia do desporto em África (www.sportecoafrique.com). No interesse da economia do desporto em África no geral e da promoção do futebol africano em particular, acompanhemos o CAN ORANGE 2013 através da Rede AFNEX (African Network and News Exchange).

Distributed by the African Press Organization on behalf of LC2-AFNEX.

LC2-AFNEX : Rédouane AMRAOUI + 33 6 86 14 23 03 E-mail : ram@afnex.net

Acerca da LC2-AFNEX

Em 20 anos, a LC2 tornou-se um grupo internacional, diversificado e estruturado em torno de vários pólos de especialização. Presente em África, na França e nos Estados Unidos, a LC2 Médias é constituída por:

–    3 meios de comunicação social africanos: a LC2 Télévision, a NTV2 e a LC2 International.tv, cadeias de televisão acessíveis respectivamente no Benim, em 22 países africanos e em todo o mundo;

–    uma rede pan-africana: a AFNEX, primeira do género no continente, assegurando a transmissão de sinais e a troca de programas audiovisuais;

–    um departamento desportivo especializado na gestão dos direitos dos meios de comunicação social sobre os eventos desportivos;

–    um departamento de telecomunicações: um operador inovador em termos de infra-estruturas de telefonia e serviços de valor acrescentado;

–    um departamento de finanças: com a NASUBA EXPRESS, que propõe cartões bancários pré-pagos para pagamentos e transferências de dinheiro através de cartão.

O Grupo LC2 é um grupo pan-africano líder na área dos meios de comunicação social, que soube tirar partido com sucesso das novas tecnologias para se tornar protagonista na difusão e retransmissão de imagens no continente africano. Controlando internamente a componente técnica (produção, retransmissão), a LC2 tornou-se um grupo pan-africano moderno, integrado e independente do ponto de vista tecnológico.

SOURCE

LC2-AFNEX


Categories

%d bloggers like this: