Posted by: africanpressorganization | 22 November 2011

Concurso Internacional de Design


 

 

Concurso Internacional de Design

 

LISBON, Portugal, November 22, 2011/African Press Organization (APO)/ — Informação à imprensa

Encontra-se a decorrer o prazo para apresentação de candidaturas para o concurso internacional de design para a criação de Monumento Permanente em honra das Vítimas de Escravatura e do Comércio Transatlântico de Escravos.

 

A criação deste monumento partiu de uma iniciativa do Grupo de países da Comunidade das Caraíbas (CARICOM), com o patrocínio da UNESCO, e visa implementar o parágrafo 101 da Declaração e do Programa de Acção de Durban, aprovado na Cimeira Mundial de 2001 contra o Racismo, a Discriminação Racial, Xenofobia e intolerâncias relacionadas, que apela à comunidade internacional para que honre a memória das vítimas de escravatura. Portugal encontra-se associado a esta iniciativa desde o seu momento inicial, enquanto membro do Comité Permanente para a criação do Monumento e contribuinte do respectivo Fundo. O Comité, presidido pela Jamaica, foi criado em 2007 e conta, entre os seus membros com três Estados-Membros da União Europeia (Portugal, Reino Unido e Holanda).

 

O monumento, subordinado à temática “Acknowledging the Tragedy, Considering the Legacy, Lest we Forget”, ficará localizado nos terrenos da sede das Nações Unidas, em Nova Iorque e simbolizará o reconhecimento da tragédia da escravatura e do tráfico transatlântico de escravos.

 

Todas as informações sobre o concurso, as suas regras, etapas, membros do júri, detalhes sobre o monumento e respectiva ficha de candidatura podem ser obtidas em http://www.unslaverymemorial.org/. Ao vencedor do concurso será atribuído um prémio de 50 mil dólares norte-americanos. O prazo de envio de candidaturas para a UNESCO (nos termos indicados no website aqui mencionado) termina às 17 horas do próximo dia 19 de Dezembro de 2011 (horário de Paris).

 

SOURCE 

Portugal – Ministry of Foreign Affairs


Categories

%d bloggers like this: