Posted by: APO | 25 June 2013

Especialistas na África subsaariana juntam forças com a MSD no combate à Hepatite C


Especialistas na África subsaariana juntam forças com a MSD no combate à Hepatite C

Realizada a primeira reunião “Hepatitis in Africa – Call for Action”

LAGOS, Nigeria, June 25, 2013/African Press Organization (APO)/ A 18 de junho, realizou-se em Lagos, na Nigéria, a primeira de uma série de reuniões com o nome “Hepatitis in Africa – Call for Action” (Hepatite em África – Chamada à Ação), com o objetivo de sensibilizar os intervenientes sobre o fardo da Hepatite C na África subsaariana. Os objetivos do programa consistem em envolver e construir um relacionamento entre líderes científicos, representantes dos doentes e altos funcionários dos Ministérios da Saúde dos países participantes com vista ao desenvolvimento de planos de atividades nacionais e regionais. Durante este evento, os intervenientes no combate ao HCV, desde clínicos a representantes de organizações de médicos, grupos de doentes e legisladores, convergiram para fazerem ouvir uma voz unificada para a criação de um plano de ação que visava a formação de uma política de luta contra a Hepatite C. Entre os países participantes estiveram presentes Angola, Botsuana, Burquina-Faso, Camarões, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Etiópia, Gabão, Gana, Quénia, Nigéria, Ruanda, Senegal, Tanzânia e Uganda.

Logo “Hepatitis in Africa – Call for Action”: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/hia.jpg

Logo MSD: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/merck-sharp–dohme-corp.a-subsidiary-of-merck–co.inc..jpg

Perspetiva geral da iniciativa

A adição do Dia Mundial da Hepatite pela Organização Mundial de Saúde à lista de dias de sensibilização para a saúde augura crescente consciencialização internacional sobre a hepatite como um problema de cuidados de saúde global. Esta realização só peca por tardia, uma vez que vários aspetos da hepatite a caracterizam como um dos mais graves desafios de doenças infeciosas que os cuidados de saúde públicos enfrentam atualmente.

Entre as preocupações virais da hepatite, o vírus da Hepatite C (HCV) proporciona desafios únicos como uma fase aguda que é, em geral, assintomática e subdiagnosticada; uma fase crónica com um longo período de latência antes do desenvolvimento de complicações com risco de vida e de tratamento difícil; polimorfismo genético e a falta de uma vacina. Globalmente, acredita-se que mais de 185 milhões de pessoas sejam afetadas pelo HCV. Só em África, a OMS estima que a prevalência seja de 5,3% (1).

O Focus Scientific Research Center (FSRC), uma equipa de investigadores liderada por clínicos, em associação com o patrocinador do programa, a MSD, líder de cuidados de saúde global, e uma vasta gama de colaboradores regionais e internacionais estão a trabalhar atualmente numa iniciativa para fomentar a consciencialização para a hepatite com o enfoque central no HCV. O programa – “Hepatitis in Africa – Call for Action”, destina-se a fomentar o conhecimento sobre a doença entre os principais intervenientes na região. Os objetivos do programa incluem, mas não se limitam ao envolvimento e construção de um relacionamento com líderes científicos, representantes dos doentes e altos funcionários dos Ministérios da Saúde de cada um dos países com vista a formar um grupo de especialistas regionais e desenvolver planos de ação nacionais e regionais. A iniciativa tenciona construir os alicerces para o desenvolvimento de roteiros de atividades específicos dos países com o envolvimento dos intervenientes locais para um tratamento eficaz do HCV.

Distributed by the African Press Organization on behalf of Merck Sharp & Dohme Corp., a subsidiary of Merck & Co., Inc.

(1) Bibliografia: Mohd Hanafiah K, Groeger J, Flaxman AD, Wiersma ST. Global epidemiology of hepatitis C virus infection: new estimates of age-specific antibody to HCV seroprevalence. Hepatology. 2013 Apr;57(4):1333-42. doi: 10,1002/hep.26141. Epub 2013 Feb 4. AND Mercy Jelagat Karoney, Abraham Mosigisi Siika. Hepatitis C virus (HCV) infection in Africa: a review. The Pan African Medical Journal. 2013;14:44

Contactos para a comunicação social:

MSD

Nome: Vivian Mendonça

Diretora regional – Market Access – Hospital and Specialty Care

Europa de Leste, Médio Oriente e África (EEMEA)

Número de telefone: + 41 58 618 22 59

vivian.mendonca@merck.com

Organizadores:

Acerca do FSRC:

O Focus Scientific Research Center (FSRC), da phamax AG, é um grupo de investigadores liderado por clínicos, que acredita que os problemas com os cuidados de saúde nas economias em elevado desenvolvimento só podem ser eficazmente resolvidos através de um esforço combinado entre os setores privado, público e académico. A phamax AG está sedeada na Suíça e conta com dependências em Bangalore, Índia e Singapura.

Acerca da MSD

Atualmente a MSD (http://www.merck.com), conhecida como Merck nos Estados Unidos e no Canadá, é líder global nos cuidados de saúde que trabalha para o bem-estar mundial. MSD é um nome comercial utilizado fora da América do Norte da Merck & Co., Inc., com sede social em Whitehouse Station, N.J., E.U.A. Através dos medicamentos vendidos com receita médica, vacinas, terapêuticas biológicas e produtos de cuidados de saúde para o consumidor e animais, a empresa colabora com os clientes e opera em mais de 140 países para proporcionar soluções de saúde inovadoras. A empresa também demonstra o seu compromisso para com o crescente acesso a cuidados de saúde através de políticas, programas e parceiras abrangentes. Para mais informações, visite www.msd.com e ligue-se através do Twitter, Facebook e YouTube.

SOURCE

Merck Sharp & Dohme Corp., a subsidiary of Merck & Co., Inc.


Categories

%d bloggers like this: