Posted by: APO | 3 December 2012

O maior aumento no Índice de Conectividade Global DHL verificou-se na África Subsariana


O maior aumento no Índice de Conectividade Global DHL verificou-se na África Subsariana

Os países com maior aumento nas respectivas classificações de conectividade global são na África

CAPE TOWN, South Africa December 3, 2012/African Press Organization (APO)/

•    Os países que registaram maior aumento são Moçambique, Togo, Gana, Guiné e Zâmbia

•    A conectividade global ainda não recuperou totalmente da quebra acentuada ocorrida no início da crise financeira

•    O centro de gravidade da economia mundial está a mudar e a reformular a conectividade da indústria

A DHL (http://www.dhl.com) lançou hoje a segunda edição do Índice de Conectividade Global DHL (GCI), uma análise exaustiva do estado da globalização no mundo. O relatório, baseado em mais de um milhão de pontos de informação recolhidos entre 2005 e 2011, conclui que o mundo hoje está menos ligado globalmente do que em 2007. O relatório documenta ainda como a conectividade global, medida por fluxos internacionais de comércio, capital, informações e pessoas, cresceu substancialmente desde o ano de base de 2005 até 2007 e subsequentemente sofreu uma quebra acentuada no início da crise financeira. Apesar de uma melhoria modesta desde 2009, a conectividade global ainda não recuperou os níveis máximos verificados antes da crise.

Logo: http://www.photos.apo-opa.com/plog-content/images/apo/logos/dhl_logo2.jpg

Embora se tenha verificado um aumento muito modesto na conectividade global a nível mundial entre 2010 e 2011, alguns países individuais registaram aumentos avultados. Os países com maior aumento nas respectivas classificações de conectividade global entre 2010 e 2011 são Moçambique, Togo, Gana, Guiné e Zâmbia – todos situados na África Subsariana. Embora esta região continue a ser a região do mundo com menor conectividade, registou em média o maior aumento na área da conectividade entre 2010 e 2011.

A Holanda manteve a sua posição de 2010 como o país do mundo com maior conectividade. Entre os dez países com maior conectividade em 2011, nove situam-se na Europa. Esta é a região com maior conectividade do mundo.

Charles Brewer, director geral da DHL Express na África Subsariana afirmou que o GCI também revela que em 2011 o comércio entre países africanos continuou a estar muito aquém comparativamente aos seus congéneres europeus e asiáticos. “Se queremos melhorar esta interconectividade, é necessário considerar a facilidade de realização de negócios interfronteiriços na região e trabalhar para obter acordos comerciais regionais, melhoria dos serviços alfandegários e maior eficiência nas fronteiras, para mencionar apenas alguns aspectos.

Brewer afirmou que, numa perspectiva global, o GCI de 2012 indica que o ambiente comercial instável e incerto actual reflecte o impacto duradouro da crise financeira. “Neste período de crescimento lento, é importante lembrar as vantagens tremendas que a globalização trouxe ao mundo e reconhecê-la como um motor de progresso económico. É crucial que os governos em todo o mundo resistam à adopção de medidas proteccionistas que entravem as relações interfronteiriças.

Distribuído por African Press Organization por Deutsche Post DHL.

Contactos:

Lee Nelson. Chefia: Publicidade e relações públicas, África Subsariana

DHL Express

Telefone +27 21 409 3600

Telemóvel +27 72 361 0178

lee.nelson@dhl.com

Acerca da DHL:

A DHL é o líder global no sector de logística e a “Empresa de logística para o mundo”. A DHL emprega os seus conhecimentos especializados na área de serviços internacionais expresso realizando o transporte por via aérea, marítima e terrestre (estrada e caminhos de ferro), disponibilizando serviços de logística e correio internacional aos seus clientes. Uma rede global composta por mais de 220 países e territórios e cerca de 275.000 empregados em todo o mundo oferece aos clientes uma qualidade de serviço de nível superior e conhecimento local para satisfazer os requisitos da cadeia de fornecimento. A DHL aceita a sua responsabilidade social apoiando a protecção do ambiente, gestão de catástrofes e educação.

Notas para os editores:

O Índice de Conectividade Global DHL 2012 assim como informações suplementares podem ser transferidos do site http://www.dhl.com/gci. Frank Appel e Pankaj Ghemawat também irão ilustrar a importância da conectividade global no blogue do Deutsche Post DHL http://www.delivering-tomorrow.com.

Índice de Conectividade Global DHL: http://www.apo-mail.org/DHL_Global_ConnectednessIndex_2012_Country%20Rankings.pdf

Alguns factos surpreendentes do GCI de 2012:

•    Na maioria dos aspectos, o mundo está globalizado em menos de 20%, muitas vezes menos de 10%

  •        Entre os fluxos internacionais realizados, 50-60% ocorrem intraregionalmente

•    O centro de gravidade económica mundial mudou milhares de quilómetros para leste na última década e continua na mesma trajectória

•    O país com maior conectividade, a Holanda, tem um nível de conectividade centenas de vezes superior ao país com menor conectividade, o Burundi

Para mais informações, visite: http://www.dp-dhl.com

SOURCE

Deutsche Post DHL


Categories

%d bloggers like this: